Capa da Revista Galo Nº 3 de 2021
Dossiê: História do Rio Grande do Norte Ano 2, nº 3 jan./jun. de 2021
Como citar?
 

Vencido o New Look: resistências femininas a Christian Dior e as suas modas (Natal/RN, 1948-1953)

Resumo: Discute o estilo “new look” desenhado pelo estilista francês Christian Dior em 1947, e como este foi apropriado e criticado pelas moças em Natal durante os anos de 1948-1953, a partir do periódico potiguar Diário de Natal. No caso do francês, suas reportagens destacaram a sua ousadia em relação à criação visto que a situação mundial estava desfavorável à moda em virtude da economia fragilizada, causada pela Segunda Guerra Mundial. Entretanto, as intempéries econômicas não foram suficientes para que Dior suspendesse suas criações, e apresentasse uma nova silhueta, a qual acentuava a feminilidade. Entre as notícias, é possível perceber resistências através do discurso jornalístico, devido os problemas econômicos. Metodologicamente, o estudo constitui-se a partir de consultas ao Diário de Natal, e análise de autores como Gilles Lipovetsky (1989), Medeiros Filho (2014) e Luca (2009), essenciais para a tessitura do estudo em questão. As informações sobre a moda feminina eram refletidas entre 1948-1950 no periódico na seção “Notícias da Moda” e expunha notícias acerca do modismo vigente, marcado pela criação de Christian Dior. A despeito do descontamento das natalenses, no contexto pós Segunda Guerra Mundial, as criações do estilista não foram interrompidas e bem como suas apropriações por tais moças resistentes.

Palavras-chave: Imprensa. História da Moda. Cidade do Natal.